Qual a largura do canal ideal para que o roteador melhore o sinal Wi-Fi?

DEIXE SEU COMENTÁRIO

sinal Wi-FiA velocidade da sua internet está em mau desempenho com roteador ? Sem dúvida, vale a pena analisar se não é uma questão relacionada à largura de banda – também conhecida como largura do canal do roteador.

Em geral, essa configuração pode ser configurada para 20MHz ou 40MHz. E esta informação simples pode fazer uma grande diferença no desempenho e velocidade do Wi-Fi. Aqui estão algumas dicas para identificar e corrigir a função:

Como escolher?

De um modo geral, a largura de banda é de 20 MHz a uma freqüência de 2,4 GHz. Isso ocorre porque uma largura de banda de 40 MHz pode causar transferências, comprometer o sinal de rede e causar a transmissão de dados. Tornar-se muito fraco.

Por outro lado, se o roteador funcionar em uma banda de 5 GHz, o ideal é investir no canal em 40 MHz. Um teste de velocidade simples provará que – com essa mudança – a capacidade do fluxo de informações pode dobrar.

Fique atento às questões de compatibilidade

Vamos supor que você tenha um tablet fabricado para operar apenas 20 MHz. Se o seu roteador tiver uma configuração de 40 MHz, o dispositivo não poderá receber o sinal Wi-Fi.

Portanto, esteja ciente do manual de todos os seus dispositivos que acessam a Internet, pois assim você pode entender em que condições funciona de forma satisfatória.

Alguns especialistas destacam que – em qualquer caso – uma alternativa é habilitar a compatibilidade para todas as larguras dos canais.

Como fazer a troca?

Primeiro, digite seu número de IP na barra de endereços do seu navegador. Com a página do roteador aberta, digite o nome e a senha do dispositivo (que geralmente é “admin” em ambos os campos).

Faça o login e, em seguida, avance para o menu do roteador. Clique em “Wireless” (ou “Wireless”). Em seguida, um menu será aberto com a opção “Avançado” (ou “Avançado”). Clique.

Na página, você encontrará “Bandwidth” e a possibilidade de escolher 20 MHz ou 40 MHz; Pressione o botão “Aplicar / Salvar”.

E se não resolver?

Lá você precisará verificar a possibilidade de outros problemas ocorrerem com sua internet. Se você sempre usa Wi-Fi, por exemplo, é hora de mudar esse hábito. Dependendo do que você está fazendo, use o cabo azul, o que permite velocidades mais rápidas.

Além disso, atente para problemas como vírus e um número excessivo de páginas e programas abertos ao mesmo tempo!

Velocidade da Internet

Por último, mas não menos importante, a velocidade da internet desempenha um papel fundamental. Você fez um teste de velocidade para ver se ele funciona bem em sua casa?

Se você está curioso para realizar uma verificação completa, você pode acessar o speed test agora – um portal que possui a maior rede de provedores associados no Brasil. Além de contar com precisão os resultados, o site ainda salva o relatório de teste e funciona sem instalar nenhum programa ou aplicativo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO