Parabólicas vão parar de funcionar com a chegada do 5G

A Anatel (Agência Nacional de telecomunicações) decidiu por aprovar o edital que define novas regras para o leilão da tecnologia 5G em todo o território Brasileiro.

Essa aprovação levantou muitos questionamentos sobre o que aconteceria com quem utiliza a antena parabólica para Tv aberta, isso porque essas antenas ocupam o mesmo espaço que a tecnologia 5G, causando interferências na rede e consequentemente deixando o sistema mais lento.

Dessa forma, a tv aberta via satélite terá que fazer uma migração para outro aspecto, e as operadoras móveis deverão arcar com a substituição das parabólicas para outro tipo de antena, mas atenção, a distribuição do kit migração (receptor e antena parabólica) é restrita somente para famílias de baixa renda, ou seja, pessoas que não são integrantes do Cadastro único terão que custear uma nova antena, lembrando que, serão afetados apenas  aqueles que fazem  uso  de antenas parabólicas para TV aberta, a TV por assinatura via satélite não será afetada.

Para quem não sabe, a Tv por assinatura é aquela que possui um contrato ou vínculo com operadoras de telecomunicações e apenas pessoas que assinam o pacote tem acesso a esse conteúdo.

As antenas parabólicas vão sair do ar ?

Segundo a Anatel,cerca de 20,7 milhões de lares brasileiros possuem tv parabólica, sendo que 17 milhões utilizam parabólica por sinal aberto.

Parabólicas vão parar de funcionar no brasil

E dessas 17 milhões de pessoas, cerca de 8 milhões são beneficiários do cadastro único e terão a migração custeada de forma totalmente gratuita, enquanto os outros 9,2 milhões terão que trocar o equipamento com recursos próprios.

A decisão da Anatel pela troca dos equipamentos foi após a mesma perceber a interferência na transmissão parabólica por redes 5G , dessa forma, o serviço audiovisual se torna impossível de ser reproduzido pelos equipamentos já existentes e exigem uma nova versão mais atualizada.

Os novos kits que serão distribuídos para as pessoas mais vulneráveis serão para a recepção da nova faixa chamada banda KU, assim acontecerá a migração da tv aberta via satélite para a Banda Ku.

E como já foi mencionado anteriormente, para aqueles que não estão em vulnerabilidade financeira, a mudança de aparelho terá que ser paga, e o valor estimado é de R$ 250, um valor que não é nada acessível levando em consideração a situação econômica do nosso país.

Quando vai acabar o sinal da parabólica ?

Por muitos anos, as antenas parabólicas foram objetos quase que obrigatórios nas residências brasileiras. Essa situação mudou quase que totalmente com a chegada e a consolidação da Tv digital, e agora com o avanço iminente e a futura implantação da tecnologia 5G no país, as antenas estão com seus dias contados, justamente porque a banda C que é destinada a tv aberta via satélite opera na mesma frequência 3,5 GHz que será responsável pelo funcionamento do 5G no Brasil , isso significa que nem um dos dois sistemas irá funcionar normalmente já que atuam na mesma frequência.

Por decisão da Anatel devido a esse motivo, a Tv aberta via satélite migrará para Banda Ku , As antenas parabólicas receptoras de Banda Ku são aquelas pequenas utilizadas por provedoras de tv por assinatura, ao contrário das parabólicas da Banda C que são enormes.

No entanto, a conexão 5G representa um grande avanço de conectividade e qualidade que com certeza trará um grande progresso tecnológico para o Brasil, entretanto, a frequência utilizada irá interferir nas antenas parabólicas que ainda são utilizadas por 17 milhões de pessoas no Brasil e é a única forma de ter acesso aos canais de tv aberta .

Sendo assim, milhões de pessoas terão que tirar do seu próprio bolso para conseguirem comprar o equipamento e garantirem o acesso a tv aberta .